Palestra sobre Prevenção na Manutenção de Aeronaves

14370371_10208364472644071_5484285338419681823_nDia 15 de Setembro foi proferida uma palestra sobre Prevenção na Manutenção pelo Sub-Oficial Ilton Romano no auditório da ETEC Alberto Santos Dumont.

O palestrante é membro do SERIPA IV , tendo participado de investigações de acidentes e incidente aeronáuticos, contou sobre suas experiencias na prevenção de acidentes e como manter os aspectos de uma boa manutenção.

Encerramento de Processo Seletivo

O Diretor da ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL ALBERTO SANTOS DUMONT, da cidade de GUARUJÁ, no uso das atribuições conferidas por meio do § 1º do artigo 3º da Deliberação CEETEPS – 2/2009, e considerando a não ocorrência de candidato(s) inscrito(s) e/ou aprovado(s), e/ou candidato(s) ausente(s) ENCERRA no(s) componente(s) curricular(es)

Leia mais

Engenho dos Erasmos e Jardim Botânico de Santos/SP, recebem visita dos alunos do Curso de Turismo da ETEC de Guarujá

1aAconteceu no dia 26/08/2016 a visita técnica dos alunos (concluintes) do Curso Técnico de Turismo Receptivo no Patrimônio Histórico Engenho dos Erasmos e também no Jardim Botânico Chico Mendes na cidade de Santos. O evento propiciou o conhecimento físico dos espaços históricos e atrativos turísticos existentes na região que são trabalhados pelos docentes em sala de aula, o que fortalece o aprendizado do aluno no futuro da sua carreira profissional e social. A visita técnica foi contemplada através da disciplina “Patrimônio, Arte e Manifestação Popular no Estado de São Paulo”, ministrada pelo prof. Douglas Azevedo, tendo ainda a participação da profa. Sonia Barreto e o colaborador; Eduardo Araujo, onde todos foram recepcionados pelos responsáveis e oferecidos os esclarecimentos e atenções aos participantes.

Agradecimentos a equipe do Engenho dos Erasmos e a equipe do Jardim Botânico, pela excelente recepção aos alunos e professores.

Douglas Azevedo.

Segue também o parecer dos alunos:

Por: Beatriz Ramos (concluinte do curso)

A visita técnica foi por completo muito proveitosa. O Monumento Nacional Ruínas Engenho São Jorge dos Erasmos é a mais antiga evidência física preservada da colonização portuguesa em território brasileiro e sua data de construção remonta a 1534 e é um monumento tombado, doado a USP, desenvolve programas educacionais que buscam viabilizar o conhecimento, o que engloba conteúdo de nossa matéria PAM (Patrimônio, arte e manifestação popular no Estado de São Paulo). A visita nos ajudou a entender o quão importante é o processo de tombamento para preservar o local e sua história marcada.

Já no Jardim Botânico Chico Mendes, apreciamos a diversidade da vegetação, sendo plantas que vemos no “dia a dia” e não sabemos nada sobre até plantas diferenciadas, curiosas e muito interessantes é um jeito de abrir nossos olhos e perceber o potencial que a Baixada Santista possui em relação ao turismo.

Conclui-se que temos um imenso leque direcionado ao turismo, não só as praias que se tem de bonito, mas também uma rica história e cultura que não são tão conhecidas. E agora, nos empenhando e focando nisso, poderemos ser os transmissores dessas ricas histórias para assim receber o devido valor que merecem.

 

Por: Natalia Santos (concluinte do curso)

No “Engenho dos Erasmos” podemos observar algumas etapas da história do engenho, partes originais e outras não tanto. As originais que tem dentro do espaço são as paredes históricas (esverdeadas/musgo e líquen) a pilastra de pedra e um pedaço da parede, dando para ver a diferença do “antigo e do novo” são as cores diferentes da parede. Restauração feita na década de 60 e 70 sobre a responsabilidade do arquiteto Sr. Luís Saia. O espaço chamado “casa de purga ou pavilhão saia” e em homenagem a este arquiteto, autor desta idéia da restauração, deixar o que era original e o que foi produzido visível com “massa de cimento” em cima pra mostrar que não é original. Na parede original, preservado a composição de sambaquis triturados com óleo de baleia e pedra da região.

O “Jardim Botânico” é muito lindo o Jardim Botânico, com diversas espécies de arvores como; arvore do cacau, laranja, ypê, açai, jabuticaba e outras.

Por: Julio Ramon (concluinte do curso)

Não houve melhor momento para admirar e compreender os patrimônios materiais existentes da região. A visita ao Engenho dos Erasmos e o Jardim Botânico de Santos, proporcionou uma experiência única e animada por meio do conhecimento, explanado sobre a história a beleza dos locais visitados e a interação com a natureza.

Por: Josianny Fernandes (concluinte do curso)

A visita ao Engenho dos Erasmos foi muito boa, a história bem rica, com muitos detalhes importantes, nunca irei esquecer-me da visita. A monitora do local fez me sentir no tempo em que a história aconteceu. Em fim, foi ótimo.

No jardim Botânico, foi muito divertida, nós conhecemos muitas plantas e árvores, sobre cada uma delas, onde vive e qual altura que atinge no seu meio ambiente.

Por: Paulo Gustavo (concluinte do curso)

Na visita ao Engenho dos Erasmos, teve grande aproveitamento histórico e cultural, pois com acompanhamento da monitoria (estagiária; Stephanie) conhecemos o local e sua história. Essa visita foi relativa a disciplina de PAM “Patrimônio, Artes e manifestações do Estado de São Paulo”.

Adquirimos um conhecimento sobre as ruínas que tem séculos de história, onde se produziu grandes safras de açúcar, que na época do inicio da colonização do Brasil, era uma das maiores riquezas e tinha seu peso valor em ouro e que muitas famílias deixavam para seus herdeiros com herança.

O Engenho dos Erasmos, que hoje é uma ruína histórica (protegida) é aberto para visitação, gratuitamente, porem é necessário agendamento antecipado.

Seguimos ao Jardim Botânico (andamos 15 min.) lá tivemos o monitoramento do Sr. Plabo, que nos levou em “1 km” de percurso ao parque e explicando sobre todos tipos de árvores e plantas que tem no local. Finalizamos nossa visita com um grande abraço coletivo com todos participantes.